Menu

ARTIGOS E INFORMAÇÕES SOBRE O MUNDO ONLINE

Más práticas a serem evitadas na loja virtual

Apresentamos uma lista de práticas não usuais que se utilizadas podem afastar ou simplesmente dificultar o processo de fechamento de compra pelos consumidores.

São itens simples que podem ser revistos rapidamente em qualquer plataforma, com o resultado de aumentar o potencial das vendas e auxiliar cada vez mais os clientes durante o processo de compra.

* Nunca use a cor do botão “Inserir no Carrinho” ou “Comprar” nas mesmas cores do tema do site. Cores constratantes com o tema oferecem melhores taxas de conversões de vendas.

* Nunca use “pré-autenticação” solicitando o e-mail. Consumidores não gostam dessa prática e consideram que fornecer o e-mail só servirá para receber spam. Isso é altamente danoso para imagem da loja virtual.

* Nunca coloque o botão “Limpar Formulário” próximo aos botões “Continuar” ou “Próximo Passo”. Considere que acidentalmente o consumidor possa clicar e todos os seus dados serão apagados involuntariamente.

* Nunca apresente uma mensagem de erro durante o processo de fechamento de compra com um simples texto em vermelho no cabeçalho do formulário. Coloque uma mensagem clara, objetiva e muito bem sinalizada.

* Nunca utilize o botão “Cancelar” na tela de fechamento do pedido. Isso poderá gerar uma sugestão subliminar para o consumidor.

* Nunca utilize um botão com o título “Enviar”. Ele não contém uma boa conotação comercial. Utilize em seu lugar, por exemplo: “Continuar”, “Próximo Passo” ou “Finalizar”.

* Nunca permita a exibição de falha de imagem (o famoso “X”) e ainda imagens sem qualquer tipo de destino (link). Tenha certeza que as imagens serão exibidas ou crie um sistema para verificar a ocultação em caso de falha de carregamento.

* Nunca coloque a navegação da sua loja no lado direito. A experiência do usuário diz que tudo sempre estará à esquerda, baseado em nossa cultura. Os olhos lêem a página da esquerda para direita.

* Nunca utilize na descrição de produtos as informações básicas do fabricante. Considere que deve ser desenvolvido um texto comercial e principalmente levando em consideração as palavras variantes que um consumidor poderá utilizar para procurar.

* Nunca faça venda cruzada (cross-sell) de produtos em que os valores sejam muitos discrepantes. A regra é algo em torno de 10% a 20% do preço do produto que está sendo visualizado.

Todas são regras rápidas e simples de aplicação. Com isso ficará ainda mais fácil converter a loja virtual num grande comércio eletrônico com o foco em prestar serviços para os consumidores e vender os produtos.

Fonte: Webinsider