Menu

PRINCIPAIS NOTÍCIAS SOBRE INTERNET E TECNOLOGIA

17/02/2009

Rivais ganham espaço e ameaçam Internet Explorer

Os rivais do Internet Explorer vêm ganhando força e têm atualmente um terço do mercado de navegadores. O hegemônico Internet Explorer conta hoje com 67,55% do mercado, segundo a Net Applications. Parece muito, mas a fatia da Microsoft está em queda desde o ano passado, quando atingiu 75,74% do mercado de browser. A maior parte dos concorrentes só cresceu.

O Firefox, da Fundação Mozilla, tinha 16,98% há um ano. Atualmente, tem 21,53%. O browser da Apple, Safari, tinha 5,82%. Hoje tem 8,29%. Com 1,12% do mercado, um dos concorrentes não pode ser ignorado: o Chrome, com apenas um ano, tem por trás o patrocínio do Google.

A Microsoft lança neste ano o Internet Explorer 8 com pretensão de afastar a concorrência. Segundo o diretor-geral para mercado de consumo e on-line da Microsoft, Osvaldo Barbosa de Oliveira, o IE é o mais seguro e com melhor desempenho. Ele também classificou a competição entre as empresas do ramo como boa para o usuário, por incentivar a inovação.

O diretor-executivo da Fundação Mozilla, Mark Surman, também concorda. Segundo ele, "não há dúvidas de que a competição no campo dos browsers é boa". Surman ainda elogiou o Chrome por trabalhar com o código aberto.

O diretor de comunicação do Google Brasil, Feliz Ximenes, afirma que a empresa não se importa com a concorrência, mas sabe que ela existe. No entanto, ele afirma que a empresa continua a apoiar a Fundação Mozilla financeiramente. Ximenes diz que o Chrome não é só um navegador, ele é uma plataforma para uma nova geração de aplicativos on-line.