Menu

PRINCIPAIS NOTÍCIAS SOBRE INTERNET E TECNOLOGIA

13/10/2010

Sony lança televisores "conectados" com plataforma Google

A Sony está fazendo sua maior empreitada até o momento no segmento dos chamados televisores conectados, revelando uma linha de aparelhos que usa tecnologia do Google para combinar conteúdo de TV e Internet nas salas de estar.

A gigante de eletrônicos apresentou na terça-feira televisores de alta definição que também permitirão aos usuários navegar na Internet, utilizar aplicativos, assistir conteúdo online via stream e pesquisar de maneira mais organizada a programação.

Resta saber se os consumidores estarão interessados. Tentativas anteriores de trazer a Web aos televisores não conseguiram impressionar.

Mas a Sony, com a ajuda da marca Google e do que definiu como grande campanha de marketing voltada aos jovens, espera convencer os consumidores que Internet e televisão podem coexistir em um único aparelho.

"Há muita gente por aí que deseja ver algo mais em seus televisores", disse Jeff Goldstein, vice-presidente de produtos e serviços domésticos conectados na Sony Electronics.

"Creio que o ritmo de adoção desse tipo de aparelho será muito rápido", previu.

A Forrester Research projeta que 43 milhões de domicílios terão televisores conectados, nos Estados Unidos, até 2015, ante pouco menos de dois milhões em 2010. O grupo de pesquisa afirmou que as ofertas anteriores não haviam sido fortes o suficiente e que muita gente com televisores com acesso à Internet nem havia pensado em conectá-los.

Os televisores de Internet da Sony vêm prontos para acesso Wi-Fi e conexão a redes de banda larga, e funcionam com a plataforma Google Android e com o chip Intel Atom.

O preço inicial é de 600 dólares para o modelo de 24 polegadas e chega a 1,4 mil dólares para o de 46 polegadas. A Sony também está lançando um decodificador de 400 dólares com funcionalidades semelhantes às dos televisores, e que inclui um player Blu-ray.

Os produtos estarão à venda no sábado em pontos de venda da Sony e serão colocados à venda pouco mais tarde nas lojas da Best Buy. Até o final da temporada natalina, eles estarão disponíveis apenas nos Estados Unidos.

Fonte: Reuters