Menu

PRINCIPAIS NOTÍCIAS SOBRE INTERNET E TECNOLOGIA

13/08/2008

Google estuda formas de gerar receita com o Orkut

"Queremos monetizar o Orkut, mas a contextualização de anúncios nas redes sociais ainda precisa melhorar", afirmou Hohagen, em visita ao Grupo Estado nesta segunda-feira, 11. "As comunidades no Orkut são uma grande oportunidade, assim como os perfis dos usuários", acrescentou. Como exemplo, ele mencionou o caso de uma comunidade online de amantes de carros, com potencial interesse publicitário por parte das montadoras. Segundo o executivo, outras redes sociais como Facebook e MySpace já obtêm receita por meio de anúncios sob a forma de banners.

Após os problemas enfrentados pelo Orkut na Justiça devido ao uso da rede por pedófilos, Hohagen disse que será "cada vez mais difícil encontrar páginas de conteúdo ilícito" na rede social do Google, devido ao trabalho que vem sendo feito pela empresa em conjunto com as autoridades brasileiras. No início de julho, o Google Brasil e o Ministério Público Federal em São Paulo assinaram um termo de ajustamento de conduta para o combate à prática de pedofilia na internet.

Crescimento no Brasil

Quase a totalidade da receita global do Google vem de links patrocinados, ou seja, empresas que pagam para que seus anúncios sejam vistos pelos internautas de acordo com a palavra que digitam no mecanismo de pesquisa online.

Em entrevista à Rádio Eldorado, Hohagen disse que a operação brasileira do Google, que é a maior da empresa na América Latina e conta com cerca de 200 funcionários, deve crescer três dígitos em 2008, como vem ocorrendo anualmente desde que abriu seu escritório no País, há três anos. Ele não forneceu dados de faturamento ou lucro no mercado brasileiro.

No segundo trimestre deste ano, a receita mundial do Google foi de US$ 5,37 bilhões, crescimento de 39% contra igual período de 2007. A empresa não detalha o faturamento de cada uma de suas unidades no exterior, mas as vendas fora de seu mercado doméstico, os Estados Unidos, representaram 52% do total de abril a junho. Um ano antes, as receitas internacionais representavam 48% do faturamento e no primeiro trimestre deste ano, 51%.

Para Hohagen, ainda há muitas oportunidades a serem exploradas no Brasil. Segundo ele, de 20% a 30% das cinco milhões de empresas estabelecidas no País estão, de alguma forma, inseridas no mundo digital.