Menu

PRINCIPAIS NOTÍCIAS SOBRE INTERNET E TECNOLOGIA

10/10/2008

Estudo aponta que 53% de crianças foram expostas a conteúdo impróprio na web

Uma pesquisa inédita realizada pela ONG SaferNet Brasil mostra a relação dos jovens brasileiros com a internet, e os perigos que eles correm. A organização é responsável pela Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos, em parceria com o Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo.
 
O estudo, divulgado nesta quinta-feira, concluiu que 53% das crianças e jovens tiveram contato com conteúdos agressivos e considerados impróprios para sua idade através da web.
 
Além disso, 87% dos jovens internautas afirmaram que não possuem restrições ao uso da web e 64% disseram que navegam pela internet principalmente no próprio quarto, local considerado impróprio pelos especialistas no assunto. Como forma de prevenção, o computador deve ficar em uma área comum da residência.
 
Feita com 1.326 internautas de todo o país, a pesquisa também mostrou o posicionamento dos pais em relação ao tema: 84% deles temem que os filhos sejam vítimas de um adulto mal intencionado, 74% têm medo de que os filhos tenham contato com conteúdos impróprios e 40% afirmaram que seus filhos já demonstraram incômodo ou constrangimento em relação a conteúdos na web.
 
Apesar dos receios, 63% dos pais disseram que não impõem regras para o uso que os filhos fazem da internet.