Menu

PRINCIPAIS NOTÍCIAS SOBRE INTERNET E TECNOLOGIA

12/05/2011

Banda larga móvel cresce 138% no Brasil, diz estudo

Um estudo realizado pela fabricante Huawei em conjunto com a Teleco revelou que a banda larga móvel (3G) no Brasil cresceu 138% em 2010. A banda larga fixa apresentou crescimento de 21%, maior que a média internacional.

No cenário mundial, o aumento de acesso à banda larga móvel foi de 33,7% - perfazendo um total de 800 milhões de usários. Quando à banda larga fixa, o crescimento foi de 17,8%. O levantamento também revelou que, no 1º trimestre de 2011, a cada quatro celulares vendidos no mundo, um deles era um smartphone.

A projeção para o final de 2011 é que o número de usuários da banda larga móvel no Brasil seja de 32 milhões contra 17 milhões da banda larga fixa.

O estudo também apontou a tecnologia foi a que mais cresceu no País em 2010 em termos de conexão móvel à web. Ao todo, são cerca de 20 milhões de usuários, o que representa um crescimento de 170%.

Fonte: Terra

28/04/2011

Brasil não cumprirá plano de banda larga em 2011

As promessas do governo brasileiro para a ampliação do acesso rápido à Internet no País este ano não serão cumpridas. Segundo a Agência Brasil, o presidente da Telebras, Rogério Santanna, admitiu ontem (27/4)) que a meta do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL) de levar a 800 municípios conexão rápida à rede de mundial de computadores em 2011 simplesmente não será cumprida.

Segundo Santanna, isso se deve aos cortes de orçamento sofridos pela estatal. De acordo com a agência, dos 226 milhões de reais que estavam programados para a Telebrás em 2011, 50 milhões estão descontingenciados pelo governo federal. Há ainda 316 milhões do ano passado que já estão empenhados, mas não teriam sido liberados.

“O governo tomou a medida de contingenciamento, natural em início de governo, e isso só interfere no ritmo de implementação”, explica ele. O objetivo do PNBL é ampliar a cobertura do serviço Internet no País, com alta velocidade e preços mais acessíveis, na faixa dos 35 reais.

Pelos planos iniciais, o Brasil teria, no fim de 2011, 1.163 cidades atendidas pela iniciativa, mas o atraso na assinatura de contratos com a Petrobras e a Eletrobras para o uso de fibras ópticas públicas para transmissão de dados já tinha mudado os planos da Telebras. Os contratos com a Petrobras “devem ser assinados nos próximos dias ou no início de maio”. Os acordos com a Eletrobras já foram assinados, mas falta a homologação da Agência Nacional de Energia Elétrica.

Segundo o Agência Brasil, Santanna afirmou que as operadoras de telefonia não têm interesse em oferecer esses serviços de banda larga, pois isso significaria “a perda do serviço de transmissão de voz”. Com acesso à Internet em alta velocidade, os usuários de baixa renda optariam por usar programas que permitem a conversa pela Internet, como o Skype, em vez de fazer ligações por telefone fixo ou móvel, acredita.

Fonte: IDG NOW

26/04/2011

Comércio eletrônico deve vender R$750 mi no Dia das Mães

As empresas brasileiras de comércio eletrônico devem faturar 20 por cento a mais em 2011 no Dia das Mães em relação ao mesmo período de 2010, com a competitividade no setor impulsionando o consumo, de acordo com projeção da consultoria e-bit divulgada nesta segunda-feira.

O setor deve reportar faturamento de 750 milhões de reais entre 24 de abril e 8 de maio deste ano, contra 625 milhões de reais obtidos no mesmo período do ano passado, disse a consultoria.

Segundo o e-bit, a maior competitividade no setor, buscando atrair novos consumidores para a Internet, deve ditar o crescimento. No fim de 2010, 23 milhões de pessoas já haviam feito ao menos uma compra online, ante 17,6 milhões em 2009.

A consultoria, que inicialmente esperava crescimento de 30 por cento no faturamento no período, reviu para baixo sua projeção após as vendas se mostrarem fortes no ano passado, impulsionadas pela comercialização de televisores de tela plana ocasionada pela Copa do Mundo durante as mesmas datas.

Fonte: Reuters

20/04/2011

Câmara aprova projeto de lei que regulamenta lan houses

Foi aprovado na terça-feira (19/4),pela Câmara dos Deputados, o projeto de lei que regulamenta a operação das lan houses. O texto agora será enviado para o Senado.

De acordo com o texto do projeto de lei 4361/04, as lan houses passarão a ser chamadas de centros de inclusão digital - até então elas eram vistas como casas de jogos. Além disso, elas ganharão o status de "especial interesse social" para a universalização do acesso à Internet.

Um dos pontos polêmicos do projeto é a obrigatoriedade de cadastramento dos usuários, que teriam que fornecer nome e RG para utilização dos computadores em lan houses.

O projeto de lei também obriga as lan houses a apresentar, nas telas de seus PCs, um alerta para menores de 18 anos em relação ao acesso a sites com conteúdo impróprio para sua idade, e prevê facilidade de acesso a pessoas com deficiência.

Dados divulgados pela Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital apontam para a existência de mais de 108 mil lan houses no país, que seriam responsáveis por oferecer acesso à rede a 32 milhões de brasileiros.

Fonte: IDG NOW