Menu

PRINCIPAIS NOTÍCIAS SOBRE INTERNET E TECNOLOGIA

24/10/2008

Embratel oferecerá TV a cabo ainda em 2008

O anúncio oficial só ocorre em novembro, mas a Embratel entra este ano no mercado de TV paga.

De nome “Via Embratel”, o serviço será complementar ao da NET, que também é controlada pelo grupo mexicano Telmex, atuando em regiões em que não há infra-estrutura da parceira.

Os valores ainda não foram divulgados, mas segundo a assessoria de imprensa da Embratel, a maioria dos pacotes será voltada para um mercado de renda mais baixa, já que atingirá áreas mais afastadas dos grandes centros.

Isso não descarta, porém, a possibilidade de haver opções equivalentes ao que a NET oferece.

A cobertura DTH – sigla do termo inglês Direct to Home (direto para casa) – valerá pelo país todo.

Por transmissão digital, os sinais de TV serão enviados via satélite diretamente para o televisor dos assinantes do serviço com alta qualidade de imagem e som.

23/10/2008

Smartphone G1 equipado com Android é lançado nos EUA

O celular G1 chegou hoje ao mercado norte-americano. O smartphone foi lançado pela T-Mobile em parceria com o Google e é o primeiro dispositivo móvel equipado com o Android.
 
Boatos dão conta de que 1,5 milhões de pessoas estariam interessadas no aparelho e efetuaram uma reserva.
 
De concreto há os valores de comercialização: o G1 sai por 179 dólares mediante contrato de dois anos junto à T-Mobile e por 400 dólares sem o contrato.
 
O aparelho estará disponível no Reino Unido em novembro e no restante da Europa no primeiro trimestre de 2009.

22/10/2008

Intel mostra otimismo sobre mercado de laptops em 2009

O mercado de laptops para consumidores pessoa física estará em boa forma no ano que vem, apesar da desaceleração da economia mundial, já que terá de atender à demanda crescente por modelos otimizados para o uso da Internet, declarou na terça-feira o líder da Intel para a região Ásia-Pacífico.
 
Uma semana atrás, a Intel, maior fabricante mundial de chips para computadores, anunciou a mais forte receita de sua história em um terceiro trimestre, com lucro superior a previsões de Wall Street.
 
"O mercado de laptops pessoais se sustentará", disse Navin Shenoy, diretor geral da Intel na região Ásia-Pacífico, em entrevista à Reuters, durante o Intel Development Forum, um evento de dois dias em Taipé.
 
"O mercado comercial está menos claro, mas acredito que os mercados emergentes e o mercado de laptops pessoais continuarão muito bem", disse Shenoy, que responde pelas vendas e marketing de produtos da Intel na região, excluindo Japão e China. Ele evitou fazer projeções.
 
Os chips Centrino usados principalmente em laptops marcaram a entrada da Intel no mercado da comunicação sem fio e a empresa também está aproveitando um novo mercado para laptops menores e mais baratos, conhecidos como netbooks, dirigidos a mercados emergentes e a compradores que desejam a flexibilidade de ter mais de uma máquina.
 
"Em um mercado ascendente, qualquer produto vence, mas em um mercado em desaceleração apenas os melhores produtos vencem", disse Shenoy. "Seremos fortes com as nossas linhas de produtos", acrescentou.
 
No fórum da empresa, a Intel exibiu uma linha de netbooks equipados com chips Atom, entre os quais modelos da Dell, Acer e Asustek Computer, cujo popular Eee é vendido por entre 299 dólares e 699 dólares.
 
A Intel registrou receita de 10,2 bilhões de dólares no terceiro trimestre, com oito por cento de alta ante o período precedente; cerca de 200 milhões de dólares desse faturamento derivaram dos processadores de baixo preço Atom, para computadores de custo reduzido.

16/10/2008

Falso e-mail da MS contém cavalo-de-tróia

Uma mensagem atribuída à Microsoft traz anexo um malware que abre porta dos fundos no PC.

O alerta foi dado pela própria empresa, no blog do Microsoft Security Response Center. Segundo Christopher Budd, que assina uma nota no blog, o e-mail diz tratar-se da última atualização de segurança da Microsoft e incentiva o destinatário a rodar o executável anexo para proteger o computador.

O arquivo anexo é, na verdade, o cavalo-de-tróia Backdoor.Haxdoor, que abre o micro para os crackers responsáveis pela mensagem. Por meio desse malware, eles podem executar programas na máquina invadida e ainda roubar informações do usuário.

A nota de Christopher Budd também revela uma artimanha dos remetentes da mensagem contaminada: eles incluíram no e-mail uma assinatura PGP. Escreve Budd: “Embora usemos Pretty Good Privacy (PGP) para assinar nossas notificações de segurança, a mera presença de um bloco de assinatura PGP num e-mail não significa que ele seja autêntico”. De fato, para assegurar-se é preciso checar a assinatura com o software do PGP.

Além disso, garante Budd, “nós nunca -- mas nunca, mesmo – enviamos anexos nas mensagens de notificação de segurança. E, por política da empresa, a Microsoft nunca enviará um executável anexo”.